Semana da Primavera 2018 começa com palestras e plantios na Universidade Braz Cubas

Secretaria do Verde e Meio Ambiente

21 de setembro de 2018
Acessibilidade

As comemorações da Semana da Primavera 2018 tiveram início na quinta-feira (20/09), com eventos durante todo o dia. A Universidade Braz Cubas (UBC) recebeu pela manhã uma palestra sobre Resíduos Sólidos, proferida pelo diretor da Secretaria do Verde e Meio Ambiente, André Miragaia. Ele falou sobre problemas causados pelo descarte inadequado de resíduos, os impactos na fauna, na população e o trabalho da Prefeitura com o Programa Recicla + Mogi. Estudantes e professores tiraram dúvidas sobre coleta seletiva e aprenderam mais sobre o trabalho de reciclagem desenvolvido pelas cooperativas no município.

A UBC tem sido uma importante parceira da Prefeitura em um projeto de identificação e levantamento dos catadores independentes que atuam em Mogi das Cruzes. “Esse projeto vai possibilitar conhecermos melhor quem são essas pessoas, saber o verdadeiro potencial de reciclagem do município e desenvolvermos políticas públicas adequadas para ajudar esses catadores a reduzir os impactos dos resíduos no município, bem como gerar renda para suas famílias”, explica Miragaia, que é diretor de Licenciamento da Secretaria.

Já no período da tarde, os estudantes do projeto “Jovem Aprendiz Legal”, em convênio com o CIEE, plantaram mudas de espécies nativas da Mata Atlântica sob orientação dos técnicos da Prefeitura. Durante o plantio, o engenheiro agrônomo Wilson Neto orientou tanto os jovens quanto os funcionários da UBC sobre os cuidados com o plantio e a conservação das árvores. O secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira de Lima, destacou a importância do evento: “É importante que os jovens possam aprender como plantar, onde plantar e também a importância da vegetação, em especial a Mata Atlântica em Mogi das Cruzes”, frisou.

No período noturno, os téncicos da Secretaria do Verde e Meio Ambiente voltaram à universidade, desta vez para uma palestra sobre a arborização urbana de Mogi das Cruzes, tirando dúvidas e orientando professores e alunos sobre os benefícios da arborização nas ruas e os serviços ambientais prestados pelas árvores - como, por exemplo, sombreamento, conforto térmico, abrigo e proteção da fauna, além do controle natural contra erosões e infiltração das águas das chuvas. (Marco Aurélio Sobreiro)