Procissão marca a abertura da Festa de São Benedito que vai até o dia 30 de abril

Secretaria de Gabinete

20 de abril de 2017
Acessibilidade

A tradicional Festa de São Benedito começou nesta quinta-feira (20/04), com uma procissão que partiu da Prefeitura de Mogi das Cruzes até o Santuário Bom Jesus, onde foi celebrada uma missa. A comemoração acontecerá até o dia 30 e espera reunir 40 mil pessoas nos 10 dias de evento.

Após a missa, foi feito o levantamento do mastro, em frente ao Santuário, com a presença dos festeiros Ana Rita e Frederico Lehamm e dos capitães de mastro Nair e Sidney Gonçalvez. Grupos folclóricos de congada da cidade também se apresentaram.

Durante todos os dias de festa, serão realizadas missas às 19 horas, no Santuário Bom Jesus. Além disso, a tradicional quermesse acontecerá diariamente no largo com o mesmo nome. A meta dos organizadores é utilizar o dinheiro arrecadado para terminar a restauração da Igreja, iniciar a reforma de uma casa que fica ao lado do Santuário e garantir as despesas com a manutenção da igreja.

“A Festa de São Benedito é um dos eventos religiosos mais tradicionais de Mogi das Cruzes. É uma oportunidade de renovarmos nossa fé em Deus”, disse o prefeito Marcus Melo.

Na terça-feira (18/04), foi instalado um altar de São Benedito no saguão de entrada da Prefeitura de Mogi das Cruzes. A celebração religiosa contou com as presenças do prefeito Marcus Melo, da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Karin Melo, do bispo diocesano Dom Pedro Luiz Stringhini, do padre Marcos Sulivan Vieira, reitor do Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus, e do Coral do Santuário.

São Benedito viveu no século 16. Benedito Manasseri nasceu em 1526, na pequena aldeia de São Fratelo, na ilha da Sicília, Itália. Seus pais eram descendentes de escravos da Etiópia. Foram libertos por seus senhores e tomou o nome deles. Ele Cresceu pastoreando rebanhos nas montanhas da ilha.

Aos 21 anos de idade, ingressou entre os eremitas da Irmandade de São Francisco de Assis, onde exercia a função de simples cozinheiro. Era apenas um irmão leigo e analfabeto, mas a sabedoria e o discernimento que demonstrava fizeram com que os superiores o nomeassem mestre de noviços e, mais tarde, foi eleito o superior daquele convento.

São Benedito morreu no dia 4 de abril de 1589. Ele foi canonizado em 1807, pelo papa Pio VII. Seu culto se espalhou pelos quatro cantos do planeta.